Microsoft vai abrir lojas próprias para enfrentar Apple

SEATTLE (Reuters) – A Microsoft anunciou planos de abrir sua própria cadeia de lojas da marca, como uma forma de fazer frente à rival Apple, que tem sido bem-sucedida em seu movimento rumo ao varejo.

A maior companhia de software do mundo, que também desenvolveu o console de videogame Xbox e o tocador de música digital Zune, não informou quantas lojas pretende abrir com a sua marca ou quais linhas de produtos pretende vender.

As decisões serão tomadas por David Porter, executivo egresso da DreamWorks Animation que a Microsoft nomeou como vice-presidente das lojas do varejo.

Porter, que também foi gerente da rede Wal-Mart, vai se reportar diretamente ao diretor de operações Kevin Turner.

O movimento da Microsoft rumo à abertura de lojas próprias, amplamente aguardado pelo mercado, chega em um momento em que os gastos dos consumidores estão sob enorme pressão diante da recessão, levando, inclusive, a cadeia de eletrônicos Circuit City ao colapso.

Uma tentativa similar da fabricante de computadores Gateway de abrir lojas próprias anos atrás não teve sucesso.

A Microsoft, afetada pela fria recepção do mercado ao seu mais recente sistema operacional Vista, enfrenta acirrada competição da Apple, que também atua no segmento de computadores pessoais e domina o mercado de música digital através da linha iPod.

As lojas da Apple, que hoje somam mais de 200 em todo o mundo, têm sido cruciais em atrair clientes à marca nos últimos anos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s