Instagram poderá vender suas fotos [?]

Logo Instagram

Sabe aquele momento que você entra em algum tipo de serviço gratuito (Como Gmail, Facebook, Twitter), antes de criar a conta você possivelmente irá se esbarrar com

Logo Instagram
Instagram muda seus termos de serviços e passará a vender as fotos de usuários

uma coisa Chamada Termos de Serviço, isso serve como um contrato entre você e a empresa na qual você usará o serviço, nesse ‘contrato’, está descrito tudo o que você pode ou não pode fazer e tudo o que a empresa pode ou não pode fazer com sua conta.

Agora que você entendeu, vamos ao direto ao assunto.

A partir de 16 de janeiro, o Instagram poderá comercializar as fotos publicadas em seu aplicativo de imagens sem qualquer pagamento ou notificação ao usuário autor. Segundo os novos termos  de uso do serviço, anunciados nesta segunda-feira, 17, a empresa poderá utilizar as fotos em anúncios publicitários e até transferir os direitos da imagem para terceiros.

É a primeira mudança na política do Instagram desde a conclusão de sua compra pelo Facebook, há três meses. A aquisição foi primeiramente anunciada em abril, pelo valor de US$ 1 bilhão.

A exploração comercial das imagens postadas – que levantou inúmeras críticas por parte dos usuários – foi incorporada à política da empresa em dois novos itens nos termos de serviço, no tópico “Proprietary Rights in Content on Instagram” (direitos proprietários de conteúdo no Instagram).

No primeiro, o Instagram afirma que não detém direitos de nenhum conteúdo publicado, mas que o usuário concede à companhia uma “licença de uso mundial não exclusiva, totalmente paga, livre de royalties, transferível e sub-licenciável”. Fica sob o controle do usuário apenas quem pode ver visualizar  suas imagens e atividades no serviço.

No segundo , a empresa coloca: “Para nos ajudar a oferecer conteúdo interessante pago, patrocinado ou promoções, você concorda que empresas ou outras entidades podem nos pagar para exibir o seu nome, imagem, fotos (juntamente com todos os metadados associados), e/ou ações que você faz em relação ao conteúdo pago, patrocinado ou promoções, sem qualquer compensação para você”.

Em seu blog oficial, o Instagram disse que a nova política de privacidade ajuda o serviço a se conectar mais facilmente com o Facebook ao permitir o compartilhamento de informações entre os dois produtos. “A nossa comunidade cresceu muito desde que fizemos os nossos termos de serviço originais”, escreveu a companhia.

Isso quer dizer que o Facebook terá acesso às informações de perfis e imagens do Instagram e poderá compartilhá-las para fins publicitários. A rede de Zuckerberg declarou recentemente que tem a intenção de incluir anúncios no aplicativo de fotos.

Fonte: d24am.com

Anúncios

Farofeiros e Afins do Orkut

Todo mundo quer fuçar, mas ninguém quer mostrar – Você não quer pessoas estranhas vendo suas fotos? Então não as publique em um site, oras! Quer trocar mensagens sem ninguém saber? Converse pelo MSN! Quer privacidade? Saia do Orkut!

bloq.jpg

recados1.jpg

E o pessoal que fica procurando códigos na internet para ver fotos bloqueadas? Isso só desperta mais o narcisismo de quem bloqueia as coisas.

Todo mundo acha que é modelo – O camarada fica 2 horas se arrumando e passando perfume para tirar fotos para colocar no Orkut. Ninguém aparece feio ou descabelado.

foto1.jpg
Alguém me explica que raio de sinal é esse?

foto2.jpg
Naomi Campbell que se cuide…

foto3.jpg
Alguém explica pra esse cara como usar o timer da câmera digital?

foto4.jpg
O que é isso meu Deus? Uma chinchila de olho roxo?

foto8.jpg
Vovó piriguete, não aprendeu a usar o timer da câmera também…

foto10.jpg
MS Paint é para amadores, viva o Photoshop!

ceia.jpg
Toda cultura e inteligência de um povo…

foto5.jpg
Sem comentários…

Fakes, spammers e afins – As redes de relacionamentos, principalmente o Orkut, são territórios sem lei. É só criar uma conta e sair espalhando o caos!

fakes.jpg
Claro que eu lembro de você Arthur! Até já decorei o teu email!

foto111.jpg
Nossa Joana, tenho que aprender a teclar com uma mão só!

Tudo vira comunidade – Consegue arrotar mais alto que todo mundo? Tem uma prima muito fofux? Então mostre para o mundo, crie uma comunidade e obrigue todo mundo a participar! E não adianta torcer o nariz, todo mundo tem uma comunidade dessas!

vovo.jpg
Quantos netos hein vovó?

Todo mundo participa de tudo – O princípio de funcionamento das comunidades é a discussão e o diálogo entre os seus membros, mas a grande maioria nem sabe para que serve o fórum que cada comunidade tem e apenas entra em várias para se mostrar por dentro de alguma ideologia.

comu.jpg
É preciso ter curso superior para administrar tantas comunidades…

Todo mundo é amigo de todo mundo – Você está indo para casa e aquela gata senta ao seu lado no ônibus, mas nem olha na sua cara. No dia seguinte, ela te adiciona no orkut, manda mensagens automáticas de bom feriado e feliz aniversário, mas continua fingindo que não te conhece quando encontra com você pessoalmente. Amizade online é o que há! Contato pessoal é para pessoas antigas, quadradas.

amigos.jpg
Nem o meu tio vereador é amigo de tanta gente…

Não basta comunicar, tem que impressionar – Deixar um “oi”? Isso é do tempo em que a televisão era analógica e o Corinthians jogava na 1º Divisão. Depois que o Orkut liberou o uso de HTML nas mensagens, a página de recados se transformou obrigatoriamente em um outdoor!

recadinho.jpg
Assim, nem o Faustão estraga o meu fim de semana!

Todo mundo fala ingrêis – Quando recebi o convite para participar do Orkut há alguns anos, o site só possuía um idioma implementado, o inglês. Anos se passaram e vários idiomas foram adicionados ao serviço, mas mesmo as pessoas que não conheceram o Orkut em inglês, não enviam recados, mas deixam scraps! Não visitam os perfis, mas dão uma olhadinha nos profiles! Você adiciona amigos? Que brega! O negócio é addiction ou add! Globalization my friends!

Pseudo Celebridades – As redes sociais são um trampolim para a glória. Basta fazer ou dizer algo estúpido ou querer muito aparecer e pronto, você já está preparado para ser o próximo candidato ao Big Brother. Alguns se tornam famosos apenas pelo jeito diferente de ser. Aparecer no Jornal Nacional ou ter um blog que publica besteiras conta também. Antes do pessoal conhecer o blog, o meu perfil no Orkut era menos frequentado que baile da 3ª idade depois da missa de domingo. Agora, recebo dezenas de recados e pedidos de adição de amigos todo dia, alguns até pedindo pelo amor de Deus, que povo doido! Por isso uma pessoa famosa de verdade não pode usar um negócio desses, ficaria maluca.

vacilao1.jpg
Ficando famoso ao publicar fotos ousadas no Orkut…

vacilao2.jpg
Ficando super famoso ao pedir desculpas para Polícia no Orkut…

Existem diversas coisas que me chateiam nestas redes de relacionamento, mas esse artigo é apenas uma forma de mostrar minha atual decepção com esse tipo de ferramenta. As redes de relacionamento, principalmente o Orkut, deixaram de prestar serviços saudáveis e úteis e se transformaram em um tipo de status social virtual das pessoas.

Nos tempos atuais, não ter um perfil no Orkut é quase um crime entre os brasileiros e a moçadinha mais jovem cuida mais do perfil virtual do que da própria vida. Vejo exemplos reais disso, onde amigos e parentes passam o dia inquietos se não puderem dar pelo menos uma olhadinha no que está acontecendo em seus Orkuts.

Claro que nem todas as pessoas agem assim e muitas aproveitam o serviço de uma forma inteligente, reencontrando antigos amigos e trocando experiências, mas infelizmente meus amigos, somos a grande minoria neste país do carnaval, futebol, big brother e Orkut.

Uma dica legal de uma rede de relacionamentos inteligente e bem elaborada é o Facebook. Aproveite enquanto o serviço ainda não foi invadido pelos farofeiros de plantão!