Microsoft cria mini Windows

Está parecendo até aquela série do Kibe Loco, notícias que vão mudar o mundo:
Conhecido como MinWin, o sistema tem apenas 25 MB, contra 4 GB do Windows Vista. A expectativa é que o MinWin seja usado como base para o Windows 7, o sucessor do Vista, previsto inicialmente para 2010. O MinWin é parte de um esforço que a Microsoft vem fazendo na tentativa de chegar a um sistema operacional de manutenção mais fácil. Com mais de 5 mil arquivos, o Windows Vista ocupa 4 GB no disco. Além de o sistema operacional ser pesado para o micro, sua manutenção é cara e complexa, o que também aumenta as chances de ocorrência de falhas. Parte das reclamações de usuários sobre a lentidão do Vista vêm daí.


O MinWin foi apresentado recentemente por Eric Taut, engenheiro sênior da Microsoft, numa palestra na universidade de Illinois, nos Estados Unidos. Há um vídeo da apresentação disponível no site da universidade. Nele, depois de falar bastante sobre virtualização, o tema principal da palestra, Taut mostra o MiniWin rodando. Como o software não inclui um subsistema gráfico, a tela inicial mostra o logotipo do Windows formado por caracteres alfanuméricos. O sistema ocupa apenas 4 MB de memória e inclui um servidor web simples.

Taut diz que o MinWin é para uso interno apenas. Ele não vai virar produto. Mas pode ser a base para o futuro Windows 7. Ele reconhece que o Vista está pesado e complicado demais. Considerando que ele comanda um grupo de 200 programadores na Microsoft, isso é uma boa notícia. Pode indicar uma mudança na estratégia de desenvolvimento da Microsoft. Da mesma forma que a segurança passou a ter uma prioridade maior para a empresa nos últimos anos, preocupações com a complexidade excessiva do sistema poderão ser levadas em conta no futuro. O Windows Server 2008 deverá ter, em sua configuração mínima, cerca de 1,5 GB. Já é um avanço em comparação com os 4 GB do Vista.

Essa notícia é do Maurício Grego, do site da Revista InfoExame e ela me faz pensar em três coisas malévolas que a Microsoft pode fazer com esse mini sistema:

* Dizer que o importante não é o tamanho, mas sim o prazer que o bug vai proporcionar ao usuário;

* Finalmente retirar o DOS do Windows (eles juram que já fizeram isso) e colocar esse mini sistema no lugar;

* Irão chamá-lo de DOS Vista Professional e começarão a cobrar separado por ele;

Retirado de Plínio Torres: http://pliniotorres.wordpress.com


Anúncios