Região registra ventos de até 84 km/h (Santos-SP)

Praia de Santos
Praia de Santos

Fortes pancadas de chuva e ventos que chegaram aos 84 km/h por volta das 7 horas desta terça-feira causaram diversos estragos na região. A ventania foi tão forte que, segundo a Climatempo, foi responsável pela formação de uma onda gigante que varreu uma parte da orla da praia de Santos, na altura do Canal 5.

Com a força da água, várias barracas de praia foram destruídas. A onda chegou à pista São Vicente/Ponta da Praia, obrigando os motoristas a trafegar em uma única pista, por volta das 7 horas.

Placas arrancadas, árvores caídas, faixas e placas destruídas podiam ser vistas em vários pontos da Cidade. Em São Vicente, um barraco desabou no Sambaiatuba. Na Rio-Santos, uma árvore tombou. Já na Via Anchieta, um trecho foi tomado por alagamento, fazendo a Ecovias interditar duas pistas centrais.

Ainda em Santos, uma barraca de jornal que fica na Rua João Pessoa, no Centro, não resistiu à força dos ventos e tombou. Na Zona Noroeste, uma árvore caiu na Rua Viriato Corrêa da Costa. O canal da Avenida Joaquim Montenegro, em Santos, parecia perto de transbordar.

Ainda por conta do vendaval, dois rebocadores tiveram que socorrer uma balsa com cerca de 50 carros que não conseguiu atracar no lado de Guarujá na manhã desta terça-feira. A FB-19 saiu de Santos por volta das 9h20 e só conseguiu atracar quase uma hora depois.

Segundo a Defesa Civil de Santos, apesar do vendaval, os morros da Cidade permanecem em estado de observação, já que o índice pluviométrico acumulado até as 9 horas desta terça-feira é de 27.6 mm.

Foram registradas nove ocorrências, a maioria relacionada a queda de árvores.

empo

Segundo a Climatempo, o vendaval foi causado por áreas de instabilidade que estão em São Paulo, provocadas pela frente fria que ainda está no Sul do País e que chega à região nesta quarta-feira.

A frente fria trará mais chuva forte e o tempo deve melhorar apenas a partir de sexta-feira.

Fonte: Jornais Locais

MEC vai comprar computadores para as escolas – requisito: compatibilidade com Debian

 

Seja Livre!!! Use Linux

“O Ministério da Educação fechou nesta segunda-feira, dia 22, um leilão por meio de pregão eletrônico para compra de 90 mil computadores. Esses equipamentos vão compor nove mil laboratórios que serão instalados em escolas públicas do Brasil. Cada laboratório tem 10 computadores, uma impressora e um roteador wireless.” Do edital do MEC para a compra de computadores para as escolas públicas:

http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/Proinfo/edital_proinfourbano_…3.1.16 – Os microcomputadores devem ser entregues com a compatibilidade comprovada com o sistema operacional Debian GNU/Linux, versão 4, kernel 2.6.x, ou superior. Permitindo a configuração dos equipamentos em rede, com compartilhamento de seus periféricos e sistema de arquivos. Essa característica deve ser garantida através de declaração do fabricante do equipamento ou documentação técnica / manuais em que conste explicitamente a característica exigida nas especificações técnicas, a ser anexada aos documentos de habilitação. Declarações que não puderem ser comprovadas durante o teste de aderência, estarão sujeitas às penalidades previstas na legislação pertinente.
3.1.17 – Os microcomputadores deverão ser entregues com sistema operacional préinstalado e configurado, a ser fornecido pela Contratante, em até 10 (Dez) dias após a assinatura do Termo de Entrega.”

Fonte: http://br-linux.org/linux/mec-vai-comprar-computadores-para-as-escolas