Kamasutra Tecnológico

Sabadão! Que dia maravilhoso! Acordar tarde, zuar adoidado com os amigos, sair com a namorada, enfim… essas coisas caóticas. Melhor só Domingo mesmo! Fim de semana é hora de relaxar, encontrar a namorada e fazer tudo que deu vontade de fazer durante a semana.

Que tal aproveitar o sabado à tarde e ir treinando novas posições? Você não tem uma secretária gostosa por perto? Não tem problema! Lembra aquele micro velho que está jogado ai no canto esperando conserto faz um tempão? Então, vamos treinar com ele… pegue a sua chave de fenda ponta grossa e vamos começar!

Comece fazendo um carinho, aquele chamego gostoso!

1.jpg
Oral é legal também, alguns gostam do famoso fio-terra…

2.jpg
Se a posição cansar, tente de ladinho, sempre tocando as partes certas…

3.jpg

Ponha ela de cabeça pra baixo e chame-a de lagartixa…

4.jpg

Aperte os botões certos e acaricie as entradas…

5.jpg

A famosa cadeirinha de balanço nunca falha! Vai deixar ela doida!

6.jpg

Ponha ela no colo e dê uns tapinhas atrás…

7.jpg

Prefere ficar por cima ou por baixo? Troque de posições…

8.jpg

Todo mundo gosta de fazer 69, mas cuidado onde põe a boca!

9.jpg

Não poderia faltar também a famosa Cavalgada das Walquírias!

11.jpg

Se depois de tanto esforço o prazer não acontecer, tome dois comprimidos azuis e encare a máquina de xerox!

12.jpg

Bom final de semana! Proteja-se! Não esqueça a camisinha!

antivirus.jpg

Anúncios

10 coisas que você precisa saber sobre a TV Digital

A TV digital chegará em dezembro a São Paulo sem um dos seus principais atrativos: a interatividade. Sem a definição dos padrões do middleware, sistema operacional da televisão digital, a tendência é que a indústria lance apenas um conversor simples até o fim do ano.Mas muita gente que ainda não sabe o que é a TV Digital. Veja abaixo 10 coisas que você precisa saber sobre antes de aderir ao novo sistema.

1. Afinal, o que é TV digital?

A TV digital proporciona imagem com maior definição (a resolução média da TV analógica é de 480 linhas, enquanto na digital é de 1.080 linhas) e cores mais vivas, além de som mais rico (a transmissão suporta até seis canais de som – Dolby Digital -, enquanto a analógica suporta somente dois – mono e estéreo).

O formato da imagem no sistema digital é widescreen (16:9), como a tela de cinema, diferente do padrão analógico (4:3). Enquanto no sistema analógico a emissora pode enviar apenas um programa por vez, no digital é possível enviar até seis programas simultaneamente, permitindo variar a programação ou oferecer uma experiência mais rica, como assistir um jogo a partir de câmeras diferentes .

Além disso, é possível receber informações junto com a programação, como detalhes do que aconteceu no último capítulo da novela, dados estatísticos em um jogo de futebol ou a sinopse de um filme. Por fim, é possível interagir com a programação, votando no time mais cotado para ganhar uma partida pelo controle remoto, por exemplo .

2. Eu vou ter de trocar a minha TV por uma nova?

Não. Você poderá adquirir um adaptador, conhecido como set-top box, que permitirá que a TV que você tem em casa receba o sinal digital. Qualquer televisor será compatível com o aparelho, desde que tenha entrada para DVD ou aparelho de videocassete. Porém, se você quiser assistir à TV digital em alta definição, que exige mais linhas de resolução, terá que adquirir um novo aparelho compatível com HDTV (High Definition Television).

3. Minha antena de TV vai para o lixo?

Não, o sistema brasileiro foi desenvolvido de forma a aproveitar as antenas externas e internas para a recepção do sinal, tanto as que recebem sinal em UHF, quanto as parabólicas, que operam na banda C .

4. Quando vai custar o set-top box?

O preço do set-top box para o consumidor hoje, segundo estimativa do LSI (Laboratório de Sistemas Integráveis da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo), seria de cerca de 500 reais, com recursos de interatividade, compatibilidade com alta definição e suporte ao forma MPEG-4. Já segundo dados do CPqD, o custo médio de um conversor no Brasil hoje seria de 400 a 800 reais – de acordo com os recursos disponíveis em cada modelo –, mas poderia chegar a uma faixa de 300 a 700 até a data de início do funcionamento da TV digital no País .

5. Quais as vantagens de ter uma TV ou um adaptador para TV digital?

Nenhuma, a qualidade de imagem é a mesma. A única diferença é que a TV digital traz o adaptador embutido.

6. Acabei de comprar um TV de plasma ou uma TV LCD? Elas estão prontas para a TV digital?

Não necessariamente. As TVs de LCD e plasma, em geral, possuem a definição mais adequada para a TV digital, o que significa que a imagem será melhor. Mas para receber o sinal digital será preciso adquirir o conversor ou set-top box. Além disso, para receber conteúdo em alta definição, o aparelho deve ser compatível com HDTV (High Definition Television), ou seja, trazer 1.080 linhas de resolução.

7. Vou poder assistir à TV digital no meu computador?

Sim, já está sendo desenvolvendo um chip que poderá ser acoplado ao desktop ou ao notebook para receber o sinal digital, com custo médio de 50 dólares (130 reais).

8. Vou poder assistir à TV digital no meu celular? Vai ser paga?

Tecnicamente sim e sem nenhum custo (pois a TV aberta é gratuita), mas o modelo de negócio ainda precisa ser definido e isso vai depender de decisões regulatórias do governo e do diálogo entre as indústrias de radiodifusão e telecomunicações .

9. Todos os canais disponíveis na TV aberta hoje vão estar disponíveis de imediato em sinal digital?

Não necessariamente. Para migrar para o sistema digital, as emissoras terão que investir na troca de equipamentos, portanto provavelmente as empresas com mais recursos migrarão primeiro .

10. Se eu não comprar o conversor, não vou mais poder assistir a TV aberta?

Você poderá assistir normalmente a programação aberta na sua TV atual, pois a previsão de tempo para migração do sistema analógico para o digital é de 10 anos. Até lá, as emissoras são obrigadas a manter a transmissão analógica.